<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, janeiro 15

condução 

o comportamento na estrada é possivelmente um bom teste psicotécnico_ talvez até seja uma possibilidade para concursos de recrutamento de recursos humanos! na estrada as pessoas, apesar (ou talvez devido a isso mesmo) de todo o stress e atenção envolvidos, sentem-se mais desinibidas e mostram mais facilmente o seu lado pior (que geralmente surge apenas sob o efeito do alcoól ou outros psicotrópicos)_ talvez tenha a ver com o aumento do seu espaço de intimidade, que agora abarca toda a dimensão do automóvel, ou devido à sensação de impunidade por causa da protecção da armadura de aço...
o comportamento ao automóvel (não só o comportamento próprio como a resposta ao comportamento do outros) reflecte assim a personalidade do condutor, a sua formação humana e cívica (em particular os seus aspectos mais frágeis)_ aparentemente muitas pessoas sofrem de personalidades múltiplas: pessoas calmas e educadas transformam-se em animais logo que se sentam atrás de um volante! e porque é que não é assim em todos os países? será que existe uma personalidade colectiva portuguesa, inculcada desde criança, por observação e imitação do comportamento dos adultos, que leva a isto? será que existe uma pior formação cívica? será que existe menos repressão desses comportamentos?
na minha opinião, em paralelo com uma profunda formação cívica das futuras gerações, é necessária uma séria aposta na repressão dos comportamentos perigosos, para que não sejam transmitidos a essa futura geração_ mas talvez a solução esteja na tecnologia, com a introdução de automóveis e estradas digitais, onde todos os veículos circulam dentro dos limites de velocidade, de preferência todos com a mesma velocidade, sem controlo por parte dos ocupantes_ é uma chatice mas parece que a condução é uma actividade demasiado séria e perigosa para ser deixada ao livre arbítrio de cada um_ existirão depois estradas "analógicas" onde cada um, por sua conta e risco, pode descarregar a adrenalina conduzindo sem restrições ou limites, como em portugal no ano de 2004!

Comments: Enviar um comentário
This page is powered by Blogger. Isn't yours? Weblog Commenting by HaloScan.com