<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, novembro 10

israel & demografia 

enquanto a violência continua a devastar as vidas dos que vivem na "terra santa-terra prometida", o tempo parece correr contra os querem negar o direito do povo palestiniano a uma pátria_ a situação de ocupação actual é completamnete insustentável, quanto mais não seja pelo enorme preço em vidas e insegurança que todos os dias se tem de pagar_ só existem duas saídas para uma solução definitiva: ou a criação de um estado palestiniano independente ou a anexação pura e simples dos territórios ocupados e a sua incorporação no estado de israel_ a primeira solução parece longínqua e a segunda não aceitável_ a segunda hipótese, sobre a qual quero agora especular, cumpriria o sonho do "grande israel" da direita religiosa mais radical, ao incluir no estado de israel todos os lugares santos e históricos judaicos_ mas seria, simultaneamente, o fim de israel como estado judaico, pois a demografia diz que a maioria dos habitantes do "grande israel" dentro em pouco seria árabe (isto se não existisse o retorno dos milhões de palestinianos refugiados nos estados árabes vizinhos) se não houvesse um improvável influxo maciço de novos emigrantes judeus_ aplicando o princípio de uma pessoa-um voto a todos os habitantes, brevemente poderíamos assistir ao estado de israel governado pela olp, tendo como presidente o resistente-terrorista arafat!

para mim é um pouco estranho que o povo que possivelmente mais sofreu de intolerância ao longo da sua história, o povo judaico, pratique, logo que tem oportunidade disso, a intolerância em relação ao povo palestiniano_ pareceria que devia ser o contrário_ mas dizem as estatísticas que os pais que abusam, fisica e sexualmente, de crianças, foram muitas vezes eles próprios vítimas desses mesmos abusos...

Comments: Enviar um comentário
This page is powered by Blogger. Isn't yours? Weblog Commenting by HaloScan.com