<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, setembro 8

incerto aquecimento 

apesar da enorme quantidade de dados disponíveis (de que os gráficos já apresentados neste blog são um pequeno exemplo), apesar da aparente forte correlação entre o aumento da concentração de alguns gases na atmosfera (com indiscutível origem antrópica) e o aumento da temperatura média no globo, ainda não se pode considerar que o aquecimento global é um facto científico indiscutível (todos os factos científicos, se são científicos, são discutíveis, em particular a sua interpretação)_
seria de estranhar se assim não fosse dada a enorme complexidade do sistema terra, com um muito elevado número de ciclos de retroacção que envolvem a circulação atmosférica, oceânica, a crosta terrestre e a biosfera_ mas será que esta evidência, apesar de ainda não universalmente aceite, não deveria ainda assim suscitar a dúvida, a incerteza, e apelar à prudência de todos os agentes envolvidos? parece-me que as consequências poderão (também com muita incerteza) ser de tal forma graves, afectando de modo significativo a vida, ou pelo menos a qualidade dessa vida, das gerações futuras, que a prudência seria o mínimo que se exigiria_ a questão principal é que é difícil para os políticos e decisores em geral pensar a prazos longos, a um prazo mais longo do que o seu mandato_ para quê comprometer um pouco o bem estar e o desenvolvimento
presentes em troco de um amanhã melhor e de uma possível não reeleição? quase de certeza não estamos cá para ver, e quem vier a seguir que resolva o problema!
muitas vezes, e por ignorância, as pessoas possuem uma fé cega na ciência e tecnologia (fruto do seu imenso sucesso no passado e no presente), que encontrará sempre forma de resolver os problemas que surjam_ mas ao alterar o clima podemos estar a caminhar para uma situação sem solução, para um problema maior do que nós_ talvez a prudência não seja assim tão má estratégia...

Comments: Enviar um comentário
This page is powered by Blogger. Isn't yours? Weblog Commenting by HaloScan.com