<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, agosto 21

serginho 

começo por pedir desculpas pelo tom pessoal e intimista deste post_ este é dedicado a sérgio vieira de mello, diplomata, tragicamente desaparecido por estes dias no iraque_ mais uma vítima inocente no meio de todas as outras vítimas deste conflito_ não defendo a tese de que desta vez enganaram-se e atacaram os bons_ aqui todos são vítimas, desde as crianças iraquianas aos soldados americanos enviados para um conflito sem razão_ ou de razões que a razão desconhece_
voltando ao serginho, a forma coloquial como alguns de nós a ele nos referíamos aquando da nossa estadia por terras de timor lorosa'e, era um funcionário da onu invulgar_ devo confessar que a minha apreciação dos funcionários da onu é, em geral, bastante fraca_ fiquei com a impressão que essas pessoas eram recrutadas mais por critérios políticos do que por competência_ infelizmente o trabalho que faziam no terreno e o empenhamento que demonstravam na resolução dos problemas encontrados estavam muitos furos abaixo do que se esperaria de funcionários muito bem pagos e supostamente recrutados em todo o mundo (ao contrário dos funcionários das ong, cujo empenhamento era, geralmente, inexcedível)_ muitos funcionários da onu parecem ir para estas missões apenas como um frete, como algo que têm de fazer de forma a serem promovidos dentro da organização_ mas o serginho fugia muito a essa imagem_ aparecia em público frequentemente, fazia os possíveis para que as coisas funcionassem, era simpático e bem humorado, não era emproado nem arrogante, apesar de ser o senhor absoluto daquele território (nisto contrasta com o diplomata indiano que o sucedeu à frente da unmiset, que é praticamente invisível)_
apesar de todas as dificuldades que timor enfrenta, apesar do muito que a untaet prometeu e deixou por fazer (desde a reabilitação de toda a infraestrutura viária, à distribuição de água potável a toda a população, e ao tratamento de esgotos e resíduos sólidos urbanos, e muito mais) muito ficou feito, desde a pacificação da sociedade (que, pelo menos no curto prazo, está a funcionar) à construção de uma sociedade democrática e livre, e ao funcionamento das instituições básicas (justiça, educação, segurança)_ as críticas à untaet não se estendem ao seu chefe_ este foi talvez o maior feito da carreira do serginho_ ele seria um forte candidato à sucessão de kofi anan à frente dos destinos da onu_ tudo dependeria do seu desempenho no iraque, um desafio bem maior do que o de timor_ em timor as rédeas estavam todas nas mãos da onu, com a ajuda dos dadores internacionais, e a segurança era assegurada pelos capacetes azuis e pela polícia internacional_ no iraque a onu foi reduzida a um papel menor_ é quase uma intrusa, uma convidada a contragosto_ um papel muito difícil_ e que agora terá apenas dois caminhos: voltar ao terreno com uma equipa muito aumentada e um papel de primeiro plano, em pé de igualdade com as potências ocupantes_ ou o abandono puro e simples do território, restando apenas uma presença simbólica_ acho que não é difícil adivinhar qual a vontade dos senhores do mundo_ matando o serginho pela segunda e definitiva vez_ o vinicius de morais classificava-se como poeta e diplomata_ acho que também podemos pôr esses títulos na pedra tumular do sérgio vieira de mello_ não mais as camenassas de díli deixarão cair as "corolas róseas debruadas em fímbria de marfim" sobre a alva cabeça do serginho...

Comments: Enviar um comentário
This page is powered by Blogger. Isn't yours? Weblog Commenting by HaloScan.com