<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, julho 23

sem ti 

e de súbito desaba o silêncio_
é um silêncio sem ti,
sem álamos,
sem luas_

só nas minhas mãos
ouço a música das tuas_

eugénio de andrade, poesia, 2000

Comments: Enviar um comentário
This page is powered by Blogger. Isn't yours? Weblog Commenting by HaloScan.com